Infelizmente em Portugal haverá certamente muitas histórias reais de pessoas cujas vidas foram dramaticamente afectadas por condutores que usaram o telemóvel durante a condução.
Se este é o seu caso, e se acha que a divulgação da sua história pessoal pode ajudar a sensibilizar outras pessoas para os graves riscos de conduzir com telemóvel e dessa forma ajudar a salvar vidas inocentes, por favor partilhe nesta página a sua experiência.

Caso pretenda pode também usar esta página para enviar os seus comentários.

  • Nome:

  • Apelido:

  • E-mail:

  • (O seu endereço de e-mail não será divulgado a terceiros)
  • Título da história ou comentário:

  • História ou comentário:

  • Anónimo
  • Todos os comentários estão sujeitos a aprovação prévia.
  • Anónimo
  • Quase uma tragédia numa passadeira
  • Parabéns pela iniciativa! Muito necessária! Quero partilhar uma pequena história que sucedeu há dias, quando assisti ao que foi quase um atropelamento de uma criança pequena numa passadeira de peões. Estava a conduzir, quando parei numa passadeira para dar passagem a uma senhora que levava pela mão uma criança pequena aí com uns dois/três anos e subitamente quando iam já a atravessar a passadeira depois de eu lhes dar passagem, aparece em sentido contrário um carro a alta velocidade que por muito pouco, mas mesmo muito pouco, não atropelou a criança e a senhora. Felizmente que a senhora apercebeu-se a tempo e puxou com rapidez e até alguma violencia a criança para evitar que esta fosse atropelada. Só tive tempo de ver que o condutor da viatura estava a falar ao telemóvel e nem viu a passadeira ou as pessoas a atravessar. Uma tristeza... Espero que esta campanha tenha muito sucesso !
  • alvarez maria
  • pai
  • meu falcido pai tive justamente um acidente por cosa de um sr que y o télémobil a 15 anos
  • Maria da Conceiçâo Da Costa
  • Eu nâo falo quando conduzo
  • Nâo é so a telefonar que à os accidents acontecem, mas quando estamos de vez en quando a por uma mùsica, o quando sâo jovens e se abraçam quando conduzem jà aconteceu com pessoas que conheço , por isso estou convosco e adero à promessa obrigada a vos todos toi Tony que es o meu cantor e toi Luis Figo es o meu idole do Sporting assim que aos outros personnages .
  • Pedro Cardoso
  • Eu também PROMETO !!
  • Como é gratificante poder observar esta louvável iniciativa, que se reveste de tão nobre sentimento, que é o de procurar contribuir para proteger o bem mais precioso que as pessoas têm, ou seja, a sua integridade física e a sua própria vida. É bonito ver, como num país tão pequeno em termos geográficos como é Portugal, possa acontecer tamanha iniciatíva positiva como esta, cuja dimensão é verdadeiramente inimaginável dada a grandeza do seu objectivo. Bem Haja a quem tomou esta iniciativa e a todos os Embaixadores, e que esta campanha entre no coração de todos por forma a vivermos todos melhor, de consciências tranquilas e pelo respeito da vida do próximo. Pedro Cardoso
  • Anónimo
  • Nunca fiz nem faço isso de atender ou falar ao temóvel
  • Quando me sento no carro faço tudo que tenho que fazer , e a partir dai estou só dedicada á condução , pois tenho muito medo é deles que não respeitam nada nem ninguém , estou muito preocupada com isto tudo , ninguém respeita a vida do próximo . Maria José
  • Conceição Reis
  • Telemóvel
  • Eu nunca uso telemóvel quando conduzo! Se tocar paro em segurança e então atendo,mas quase sempre mesmo que toque não atendo e estou sempre a dizer a meus filhos para não o fazerem nem com o mãos livres. Já basta os acidentes por negligência e falta de respeito pelos outros,eu daria como castigo a quem provocasse um acidente ou fosse multado por manobra perigosa,fazer também trabalhos comunitários nos Hospital e centros de reabilitação,para verem com os olhos deles o que provoca a negligência e falta de respeito pelos outros.
  • Comentários:
  • 1 a 6 de 22